Uma viagem ao templo budista – você precisa conhecer esse lugar mágico –

Uma viagem ao templo budista – você precisa conhecer esse lugar mágico –

O templo Chagdud Gonpa Khadro Ling

O templo foi fundado em 1995 pelo mestre tibetano Chagdud Tulku Rinpoche, e acabou se tornando um ponto turístico da cidade pelas belas construções tibetanas que abriga – estátuas, rodas de oração, bandeiras e as vibrantes cores e detalhes das construções encantam turistas de qualquer religião. Diz-se que, quando Chagdud Rinpoche idealizou o templo, ele não tinha a intenção explícita de criar uma atração turística. No entanto, sempre disse que construiu o templo para inspirar positivamente todos os visitantes, independentemente de suas crenças ou tradições religiosas. É um bom passeio para casais, grupos de amigos e até famílias – tem bastante espaço pra criançada correr por lá e é bastante seguro.

O que fazer:

O Khadro Ling é um local criado para a prática e estudo do budismo. Não é uma área turística e nem tem fins lucrativos, mas está parcialmente aberto ao público, de acordo com as intenções de S. Ema. Chagdud Rinpoche.

Prática de meditação aberta ao público: Domingos, das 9hs às 10hs

 

 

 

Durante toda a visita, você vai observar em diversos lugares bandeiras coloridas. Um lugar lindo para tirar fotos. Segundo a tradição budista, elas carregam mantras e, quando balançam no vento, eles acreditam que o vento vá espalhá-las levá-las ao longe.

O espaço costuma ser bastante silencioso e todas as estátuas e construções são cuidadosamente decorados de acordo com a tradição tibetana – o Khadro Ling é o primeiro templo budista construído nesta linha de toda a América Latina.

.

 

 

 

 

 

 

 

 

Pode-se visitar o espaço fora do horário de aulas e meditação, que varia conforme a programação que está acontecendo no templo. A parte interna não pode ser fotografada – aproveite para fazer uma oração (em qualquer tradição religiosa) ou dedicar orações escritas para alguém específico.

As grandes rodas de oração também chamam bastante a atenção dos visitantes. Há diversas na entrada do templo budista, e também na Casa das Rodas de Oração. Elas que giram incessantemente, 24 horas por dia, emitindo um som de sino. As rodas contém  rolos com mantras inscritos que ao serem girados (mecanicamente) emanam bençãos para os que estiverem em suas proximidades

 

O templo é  réplica do templo celestial de Zangdog Palri (“Gloriosa Montanha Cor de Cobre”) na cidade de Kogpo, no Tibete, e pode ser visitado com guia, que explica um pouco sobre a filosofia e a arte sacra tibetana. O templo tem também uma lojinha com cartões postais e adesivos, e vários livros sobre a filosofia budista, DVD’s e CD’s. Ali, você encontra água e refrigerantes à venda, mas não há qualquer tipo de lanche à venda no templo.

 

 

 

 

 

 

 

As estupas também são muito bonitas e podem ser vistas já desde o estacionamento do templo budista – os budistas que caminham a sua volta em um ritual  que representa as  8 fases da vida do Buda. Diz-se que as pessoas devem percorrer em sentido horário toda sua extensão – a cada estupa percorrida sua mente se ilumina e recebe-se bênçãos.

.

Minha experiência:

Um dos lugares mais encantadores que conheci, onde o tempo não existe e a sensação de paz é infinita. Realmente você fica inspirado ao visitar um lugar tão bonito e cheio de espiritualidade. No dia que fui com meu namorado e alguns amigos, tivemos a oportunidade de assistir o vídeos sobre como tudo começou e como foi criada cada obra e cada Buda dali. Independente de crença ou religião, volto a dizer que é um lugar repleto de espiritualidade.Qualquer um pode visitar e se sentir super a vontade. Só de rever as fotos e lembrar do dia  incrível que tivemos já da vontade de voltar.

 

.

Localização

O templo budista está a 7 km de Três coroas por estrada de chão batido.

Endereço: Estrada Linha Águas Brancas, 1211. Caixa Postal 121. – Três Coroas-RS.

Horário de visitação: de quarta a sexta, 9h30 às 11h30 e 14h às 17h; sábado e domingo, 9h às 16h30. Fecha às segundas e terças-feiras. Grupos com mais de dez pessoas devem agendar sua visita por e-mail ou telefone.

Boa viagem e muita inspiração para todos que visitarem o templo.

 

 

 

 

 

 

 

Jordânia Wurdige

Uma menina de 21 anos, apaixonada por livros, musicas, boas risadas e viagens inspiradoras. Acredito no processo de auto conhecimento que é a vida. Indo sempre em busca da realização pessoal para deixar cada vez mais leve a caminhada.